Notícias

Novo passo para adequação da acessibilidade no Legislativo

Data de inclusão: 01/03/2018 16:10
Durante a manhã desta quinta-feira, as arquitetas e urbanistas Nathália de Souza Zattar e Tabata Yumi Fujioka, da Associação dos Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc), estiveram na Câmara de Vereadores para traçar o primeiro diagnóstico sobre as necessidades de adequação para acessibilidade do prédio do Legislativo.
A medida visa atender notificação do Ministério Público de Santa Catarina que, no ano passado, realizou uma vistoria e apontou a necessidade de melhorias no espaço físico da sede do Legislativo. O presidente Abel Hack, que no final de janeiro havia solicitado o apoio da Amunesc para os trabalhos, acompanhou a visita técnica.
De acordo com o presidente é necessário, cada vez mais, permitir a população estar junto ao Legislativo reivindicando e acompanhando o trabalho dos vereadores. “Assim como implantamos a interpretação das sessões em libras para os surdos, também precisamos oportunizar que as pessoas com qualquer outro tipo de deficiência tenham acesso a Câmara Municipal”, defendeu Hack. 
Segundo a arquiteta Tabata Yumi Fujioka, o levantamento in loco é a primeira etapa para a elaboração do projeto de acesso do prédio, inaugurado em 1996, e que deverá passar por adequações nas vagas no plenário visando garantir a acessibilidade para cadeirantes, portadores de necessidades especiais, pessoas com movimentos reduzidos, idosos, grávidas e obesos. 
A colocação de corrimãos nas escadas do plenário, a instalação de piso tátil, bem como o aumento na dimensão de portas de acesso aos gabinetes dos vereadores e melhorias no acesso externo do Legislativo também deverão integrar o projeto que, de acordo com a equipe técnica da Amunesc, será entregue até o fim de março.
A associação ainda ficará responsável pela elaboração do memorial descritivo, orçamento estimativo e elaboração do cronograma físico-financeiro da obra – estas etapas deverão ser concluídas até a segunda quinzena de abril. Os tramites para o processo licitatório e a execução da obra ficará sob a responsabilidade da Câmara Municipal.
 
Texto: Edson Frankowiak
Fotos: Ney Maia

Imagens relacionadas

Novo passo para adequação da acessibilidade no Legislativo
Novo passo para adequação da acessibilidade no Legislativo
Novo passo para adequação da acessibilidade no Legislativo
Todos os direitos reservados © 2018 - Câmara de Vereadores de Rio Negrinho