Notícias

Tradução em Libras nas sessões da Câmara Municipal

.
Data de inclusão: 07/03/2018 09:42
A Câmara de Vereadores já conta em suas sessões ordinárias com uma interprete para a tradução para a Língua Brasileira de Sinais (Libras). Desta forma, as transmissões via internet estão tendo uma versão com janela em Libras para efetiva inclusão das pessoas que têm nessa linguagem a sua principal forma de comunicação. 
De acordo com o presidente, a iniciativa vem para atender as pessoas com problemas auditivos, não apenas pelo conteúdo, mas pela compreensão dos assuntos tratados no legislativo municipal. “É um sonho realizado. Oferecer serviços de atendimento para pessoas surdas, prestado por meio de intérprete, é promover a acessibilidade de uma forma que a inclusão prevaleça”, destaca. 
Hack ainda enfatiza que é dever considerar a construção da identidade surda como um movimento político, social e histórico, sem discriminação e preconceito.
A profissional que está fazendo a interpretação através de sinais é Elaine da Silva Castro, é contratada pela empresa MEP Produções, que já realiza as transmissões em vídeo para a Câmara de Rio Negrinho. Elaine tem conhecimento na linguagem desde os sete anos e há dois anos é professora intérprete de Libras. “Estou muito feliz por essa oportunidade não só para mim, mas também para a acessibilidade da comunidade surda que estará sabendo o que se passa nas sessões”, comenta a instrutora.
A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é usada por aproximadamente cinco milhões de pessoas no País, segundo dados da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis). Conforme o Censo IBGE 2010, o País tem 9,7 milhões de cidadãos surdos ou com deficiência auditiva.
 

Imagens relacionadas

Tradução em Libras nas sessões da Câmara Municipal
Tradução em Libras nas sessões da Câmara Municipal
Tradução em Libras nas sessões da Câmara Municipal
Tradução em Libras nas sessões da Câmara Municipal
Todos os direitos reservados © 2018 - Câmara de Vereadores de Rio Negrinho