Notícias

Em busca de mais efetivo para o Corpo de Bombeiros

Data de inclusão: 27/04/2018 13:10
A Câmara Municipal deverá apresentar uma Moção de Apelo endereçada ao governador Eduardo Pinho Moreira visando mobilizar o Estado a chamar os candidatos excedentes do Concurso Público para Bombeiro Militar realizado no ano passado. De 600 candidatos aprovados nas etapas do concurso, somente 300 foram convocados, no mês passado, para o curso de Formação de Soldados previsto para ser concluído em novembro deste ano, sendo que os demais 300 estão no chamado cadastro reserva.
Na manhã desta sexta-feira o vereador Willian Righetto, o Billy, propositor da moção que deverá ser assinada por todos os vereadores, recebeu em seu gabinete o Sargento do Corpo de Bombeiros Hardin Hantschel e a aspirante a bombeiro Flávia Sell, que falaram sobre a atual situação da corporação no Estado e também na região. “Esses 300 novos bombeiros que se formarão até novembro desse ano não suprem a demanda dos quartéis de 132 cidades catarinenses”, aponta o sargento.
Na região, além do fechamento da base avançada do bairro Oxford, em São Bento do Sul, a situação também se mostra complicada em Campo Alegre e Rio Negrinho, apontaram Hardin e Flávia. “No caso de Rio Negrinho estamos trabalhando com somente dois bombeiros militares por dia de plantão, sendo que já chegamos a ter sete para a mesma função”, cita Hantschel. “Em casos de atendimento de ocorrência maiores sempre se faz necessário pedir o apoio das corporações vizinhas”, emenda Flávia.
Para o vereador Willian Righetto, é fundamental que o poder público, através da Câmara de Vereadores, faça a sua parte visando a mobilização do Estado para o chamamento dos 300 aspirantes a bombeiro que atualmente aguardam um próximo curso de Formação de Soldados. “Buscaremos sim uma solução para esta entidade tão séria que são os bombeiros militares que tanto fazem para atender a comunidade com segurança, agilidade e qualidade”, frisou Billy. 
 
Movimento estadual
A mobilização por mais efetivo nos quartéis de Bombeiros Militares vem ocorrendo simultaneamente em várias cidades de Santa Catarina, uma vez que de acordo com o Portal da Transparência dos 2.504 socorristas na ativa em janeiro de 2017, o número em março de 2018 já foi reduzido a 2.345. O efetivo tende a diminuir ainda mais devido aos futuros ingressos na reserva remunerada previstos ainda para esse ano. 
Para tanto a intenção dos grupos formados em vários municípios de Santa Catarina é conseguir uma audiência com o governador Eduardo Pinho Moreira para apresentar esses dados e, desta forma, pedir que ele autorize o chamamento dos 300 candidatos excedentes que compõem o cadastro reserva para a formação da segunda turma.
 
Texto e fotos: Edson Frankowiak

Imagens relacionadas

Em busca de mais efetivo para o Corpo de Bombeiros
Em busca de mais efetivo para o Corpo de Bombeiros
Todos os direitos reservados © 2018 - Câmara de Vereadores de Rio Negrinho